︎01 Texto do Presidente da CM Maia


︎02 Texto do Vereador do Pelouro da Cultura da Maia

︎03 Texto Curatorial de José Maia









︎01 Texto do Presidente da CM Maia


︎02 Texto do Vereador do Pelouro da Cultura da Maia

︎03 Texto Curatorial de José Maia

VEREADOR
DO PELOURO
DA CULTURA
MAIA

Mário Nuno Neves

As Bienais de Arte da Maia, assumidamente dedicadas à Arte Contemporânea, além de terem como propósito dar a conhecer jovens valores emergentes, em convívio produtivo com artistas já consagrados, e de fazerem uma espécie de síntese possível daquilo a que podemos chamar o “estado da arte”, procuram sempre ser momentos alargados de reflexão coletiva, de discussão, de interrogação e de desafio.

A presente edição, a sétima, novamente com curadoria-geral do José Maia (curador da Bienal de 2015) não foge aos objetivos referidos e a partir do conceito de “Ágora” – espaço de reunião coletiva, intergeracional, palco nobre para a discussão dos assuntos que verdadeiramente interessam à “Polis” – e através da Arte e das suas múltiplas expressões, pretende ser um palco dinâmico, vivo, de mostra, de confronto saudável de ideias, de proposição, de prospetiva e de perspetiva, mergulhando profundamente em temáticas essenciais à nossa sobrevivência enquanto espécie, como são todas as relacionadas com o Ambiente, que não versam apenas questões indexadas ao planeta que nos serve de lar, mas também às imprescindíveis novas formas de vivência e convivência Humana.

Por outro lado, ao ser já a sétima edição, que decorre num contexto ainda muito marcado pela pandemia Covid-19, a presente Bienal, revela consistência e definitiva institucionalização no panorama cultural nacional e internacional, que resulta de uma política cultural do Município, toda ela pensada para o incremento do sentido crítico e dos níveis de cidadania, entendida quer do ponto de vista individual, quer do ponto de vista da comunidade alargada.

Assim, de 11 de setembro a 19 de outubro, a Maia será um foco incontornável de cultura, de arte, de debate e de “desenho” de novos caminhos. Dito de outra forma, a Maia, neste período, será o reflexo direto da Humanidade que somos.


Curador José Maia
Produção Felícia Teixeira
Designer Luís Sousa Teixeira
Comunicação João Brojo, Marco Freire, Hugo Adelino e João Parra
Coordenação editorial Gisela Leal
Arte Educadora Inês Soares – Coletivo ARiSCA
Assistente de Curadoria Filipa Valente
Equipa de montagem Hugo Castro, Valter Maior, Pedro Serrano
Assistentes dos artistas Marta Oliveira, Mariana Couto, Inês Ribeiro, Sofia Jesus, Viviana Barros, Mafalda Martins, Pedro Tavares

HORÁRIOS
Terça-feira a domingo das 10h00 às 22h00


MORADA 
Fórum da Maia, Rua Eng.º Duarte Pacheco
4470-174 Maia


Promotor Câmara Municipal da Maia,
Pelouro da Cultura
Vereador do Pelouro da Cultura Mário Nuno Neves
Chefe da Divisão da Cultura Sofia Barreiros
Serviço de assessoria e gestão de espaços Conceição Couto, Carla Araújo
Serviço Educativo Ana Pereira, Dora Couto
Comunicação Adriano Freire
Apoio montagens Eugénio Resende, José Martins, José Pereira, Rui Pinto
Apoio luz e som Nuno Marinho, Rui Sobral, Vasco Ferreira


Parceiros